Vou dar o meu rolé na minha moto envenenada

A quantidade de bikers que li esse ano é tão grande, que esse post vai aparecer com frequência por aqui. 😂 Para ler o primeiro post, clique aqui. No post de hoje trouxe mais cinco dicas de livros que gostei muito, mas que não necessariamente consideraria um romance fofinho. Nos romances de bikers, em específico, eu gosto que tenha gritaria e furdunço, então é raro rolar uma leitura mais fofa. Se você gosta de livros assim, está no lugar certo.

Motorcycle Man – Kristen Ashley

Tyra Masters já teve drama o suficiente para uma vida inteira. Agora, ela está de volta aos trilhos e ansiosa por sua nova vida. Até que ela encontra o homem dos seus sonhos. O motoqueiro musculoso e tatuado a envolve com tequila - e o melhor sexo de sua vida. Ela sabe que não é a tequila e o sexo falando. Ele é o tipo de homem que ela sempre quis. Infelizmente, ele também é seu novo chefe. – GoodReads

Ai, o Tack, o que falar sobre esse biker que nos faz passar raiva no primeiro capítulo? 😂. A parte boa é que você simpatiza com a Tyra logo no começo. O começo dos dois é bem turbulento, mas aos poucos o relacionamento acontece.

The Princess and the Prospect – Christine Michelle

Três semanas após o meu aniversário de 17 anos, eu o vi pela primeira vez, correndo para cima e para baixo, como todo prospect que quer ser aceito pelo clube. Eu sabia que ele era muito mais velho do que eu, já que ele havia servido exército com meu cunhado, Deck. Ele era, definitivamente, muito velho para mim aos olhos de todo mundo.

Mesmo assim, observei e esperei o momento em que pudesse me tornar inesquecível para ele, pois meu coração não tinha limites e queria o Joker. – GoodReads

Anna se apaixonou por Joker desde o primeiro instante em que o viu. Ela era menor de idade e Joker jamais aceitaria se relacionar com ela. Anna mentiu, os dois acabam se relacionando e é aí que o problema acontece. Pelas regras do clube, os dois são obrigados a se casar e em sua festa de casamento, Joker não é o marido mais atencioso, pelo menos não com Ana. 🙂

Predators MC – Jamie Begley

A Jamie Begley é bem conhecida quando o assunto é livro de biker. A sua série mais famosa, The Last Riders – logo mais falo dela aqui – , deu origem a várias outras, uma delas é a Predators MC. Precisa ler uma para ler a outra? Não necessariamente. Inclusive eu li essa primeiro, hehe.

Cada livro fala sobre um membro diferente do clube, é legal se você conseguir ler eles em ordem, mas não acho que seja necessário nesse caso.

Como presidente do Predators MC, meus homens e eu estamos acostumados a atacar os fracos e os estúpidos o suficiente para cruzar nossos caminhos. Então, por que uma professora puritana chama tanto minha atenção quando a vejo pela primeira vez? Todos os membros do clube pensam que ela me faz parecer fraco e, acredite, fraco não é o que quero parecer. Ela quer que eu prove que ela significa mais para mim do que o clube, e quando eu falho, ela pensa que pode simplesmente ir embora. Ela está errada. Eu sou um Predator e nada me escapa. – GoodReads

The Last Rider – Jamie Begley

Diferente do Predators MC, a ordem de leitura de The Last Rider é bem importante, já que vários acontecimentos desencadeiam outros nos livros seguintes. Com exceção de Shade e Winter’s Touch, que são livros que seguem personagens que já tiveram suas histórias contadas, o restante da série apresenta diferentes membros do clube.

Beth Cornett é a garota boazinha da cidade, e ficar fora do caminho dos bikers era óbvio para ela. Infelizmente, ela chama a atenção de Razer, que está mais do que convencido a fazer Beth mudar de ideia. Quando seus piores pesadelos se tornam realidade, ela fica com o coração partido, mas determinada a deixar no passado a sua tentativa de rebeldia.

Razer não mudaria por mulher alguma, nem mesmo por Beth. Seus estilos de vida eram muito diferentes. Traída, ela fugiu e Razer percebe seu erro tarde demais. Ela não estava disposta a perdoar e esquecer. – GoodReads

Undeniable – Madeline Sheehan

Ok, Undeniable é o que chamo de teste para cardíaco. 😂. Se você não gosta de traição, e falo qualquer tipo de traição, não pegue esse livro para ler. Eu, que adoro um furdunço, fiquei com tique no olho de nervosa enquanto lia.

Eva e Deuce se conhecem quando ela ainda é criança e ele já é quase um adulto. A história dos dois se estende por vários anos. Eles se encontram em diferentes fases da vida, até que Eva decide que Deuce será seu. A primeira vez em que os dois tentam construir um relacionamento, Deuce é pego com uma das mulheres que ficam disponíveis para o clube. E essa não será a primeira e muito menos a última vez que isso acontece. 

Vou confessar que por um bom tempo eu torci para o filho dele ficar com a Eva. Especialmente no final. 😂 Só de lembrar do Deuce eu fico com raiva. Enfim, seguimos.

A pergunta que não quer calar: Você gosta/lê livros de bikers?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s