Diário de Escrita · Flavia Machado

Novidades sobre Draps + dicas de escrita

Depois de um longo, longo tempo sumida, olha eu aqui de novo para falar/desabafar um pouquinho sobre escrita e contar novidades sobre Draps! ❤

Primeiramente, eu sei que estou devendo mais frequência aqui no blog e estou fazendo o possível para voltar à ativa, mas confesso que não está sendo muito fácil não. No entanto, tenho trabalhado bastante no universo de Draps, então acho que é um ponto positivo? Se você gosta daqui, peço um pouquinho de paciência porque vou voltar, prometo! Adoro o TRS e não pretendo abandonar aqui, mas acho que estava precisando dar um tempinho. Muitas coisas novas na vida e minha ansiedade às vezes leva a melhor, mas está tudo bem.

Quanto à Draps, trago muitas novidades sobre o futuro da trilogia! ❤

Antes de mais nada, é importante falar que meu contrato com a editora finalmente terminou! Foi uma experiência bem complicada, simplesmente porque fui mais uma autora iniciante que não deu sorte… pois é, foi uma experiência terrível e agora, ao que parece, eles faliram e deixaram todo mundo que tinha um contrato nas mãos! Por isso, já vai uma dica: cuidado ao publicar o livro de vocês. O que pretendo fazer daqui para frente: não publicar com editoras pequenas, pois infelizmente o número dessas editoras que não agem de maneira correta é grande, especialmente no cenário atual do mercado editorial.

Depois dessa experiência, decidi publicar o livro de forma independente. Então, por enquanto não terei edições físicas mais e vou passar a lidar com ebook. A impressão de um livro é bem cara e não tenho como bancar, haha. Já estou trabalhando nas novas edições e é por conta delas que trago novidades e algumas dicas de escrita que descobri pelo processo de revisão do segundo livro… que não é exatamente mais um segundo livro.

Ficou tudo confuso? Deixa que eu explico, haha.

Se você me segue no Instagram, talvez já saiba disso — então, não deixa de me seguir lá que sempre atualizo sobre Draps, (aliás, eu mudei meu perfil) é só seguir clicando aqui. —, mas quando terminei Draps2 e decidi o próximo passo (a publicação independente), descobri que, ao invés de relançar Draps em ebook, o primeiro e segundo livros não eram independentes, mas sim faziam parte da mesma história. Ou seja: Draps deixou de ser uma trilogia para ser uma duologia.

Na edição em ebook, o livro — que não se chamará mais Draps, vou dar um novo título, mas a série ainda será Draps porque carinho demais por esse apelido e não vou conseguir let it go — será uma edição com o primeiro e segundo volume juntos, dividido em parte 1 para Draps e parte 2, para Draps2 para ficar mais fácil para quem já leu o primeiro livro, que é só ir direto para a parte 2. Além disso, já que grande parte do ebook já será algo que foi publicado, ou até lido, terei vários conteúdos extras que vão variar desde cenas de ambos os livros no pov do Dalian e da Lola, assim como também um glossário sobre o universo que criei e algumas explicações de pesquisa! Estou planejando algo bem legal e espero que vocês gostem! ❤

Se tudo der certo, a nova edição deve ficar pronta no meio do ano ou no começo do segundo semestre!

No momento estou revisando Draps1 (não se preocupem, não haverá mudança de conteúdo no livro… apenas algumas correções ortográficas mesmo) e esperando a revisão comentada de conteúdo de Draps2 que a Renata está fazendo, então além de precisar atualizar o registro na Biblioteca Nacional, também preciso terminar ambas as revisões… e é delas que venho dar uma dica para quem escreve e quer publicar ou está a caminho de uma publicação.

Tenha leitores beta, aquelas pessoas que vão ser as primeiras a ter contato com o que você produziu e vão analisar de forma crítica. Apontar defeitos, o que pode ser melhorado, algumas incongruências… porque sério, coisas vão passar porque muitas vezes estamos tão imersos que deixamos passar. Revisar e analisar o próprio trabalho pode nos deixar levemente cegos.

Mas cuidado: nem todo mundo pode ser um beta ideal. Estamos lidando com pessoas e elas podem ser um tanto complicadas. Já falei sobre isso aqui algumas vezes e acho importante frisar, se a pessoa te deixa inseguro com o que produz, que é um pouco agressiva na maneira de dar dicas talvez ela não seja uma boa leitora beta. É importante ter alguém que aponte os defeitos, mas que não faça você se sentir mal ou em dúvida em relação ao que produziu.

Críticas não são fáceis de receber, especialmente se tratando da escrita que atinge direto em algo importante para gente. Se estiver lidando com alguém que faça duvidar de si, não é a pessoa certa. Porque não basta as nossas próprias inseguranças e medos, não precisamos de ninguém piorando tudo, não é mesmo? O problema é saber quando estamos agindo de forma excessivamente sensível ou quando as críticas não estão sendo construtivas. Mas sinceramente? Às vezes demora um pouquinho, mas a gente acaba percebendo… só basta ficar observando como está se sentindo com as opiniões e se elas te deixarem com muita insegurança, já
é um alerta! ❤

Espero que tenha gostado das novidades e que eu possa ter ajudado! Prometo que minha volta ao blog será em breve!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s