Amanda Foody · Nível de inglês Intermediário · Resenha

Resenha: Ace of Shades, Amanda Foody

Bem-vindos à Cidade dos Pecados, onde famílias donas de cassinos reinam, gangues infestam as ruas e segredos se escondem em todos os cantos.
Enne Salta foi criada como uma jovem dama respeitável e nenhuma jovem assim estaria disposta a visitar New Reynes, a famosa Cidade dos Pecados. Mas quando a mãe desaparece, Enne precisa deixar a escola para trás (assim como sua reputação) para seguir os passos da mãe na cidade onde todos são corrompidos.
Assustada e sozinha, sua única pista é um nome: Levi Glaisyer. Infelizmente Levi não é o cavalheiro que ela espera — é um senhor do crime e um trapaceiro. Levi também está a um pagamento de concluir um investimento ilegal, então ele não tem tempo para investigar uma mulher que vive uma vida dupla. No entanto, a oferta de compensação financeira de Enne pode ser a soluções para todos os problemas dele.
A busca por pistas os levam a cassinos cheio de glamour, cabarés ilícitos e para as garras de uma cruel chefe da máfia. Enquanto Enne desenterra um segredo impossível do seu passado, os inimigos de Levi os alcançam obrigando-o a um cruel jogo de execução em que os jogadores sempre perdem. Para salvá-lo, Enne precisa se entregar à cidade… e ela vai precisar jogar.

Skoob | Goodreads

Ace of Shades foi um livro que me conquistou por completo logo de cara. Pensa em um livro com universo muito bem construído, enredo bem desenvolvido, personagens cativantes e acontecimentos de tirar o fôlego. Sério. A sinopse do livro entrega apenas um pouquinho do enredo do livro, pois ele ainda é repleto de magia e com diversas famílias com dons que são passados de geração para geração, como o dom da dança por exemplo. A forma como a moeda de troca é feita também é sensacional e é um universo tão cativante que te arrasta para dentro dele quase imediatamente.

A Enne e o Levi desenvolvem muito durante o decorrer da história. Ela perde toda a inocência que tentava cultivar, sendo criada em um local para pessoas de alta sociedade e o Levi vai mostrando como não é durão, mas sim um fofinho conforme nós vamos encontrando rachaduras na sua faceta. O livro inclusive é narrado no pov das duas personagens, então o desenvolvimento de ambas é muito bem detalhado e trabalhado. Quando terminamos a leitura, ambos são duas pessoas completamente diferentes. Especialmente a Enne.

O universo cruel de New Reynes é completamente cativante, de deixar ao mesmo tempo agoniado e encantado com os cassinos e cabarés. A cidade é quase uma personagem independente, de tantos detalhes e segredos que vamos desvendando conforme a leitura avança. O que deixa tudo ainda melhor!

Todos os clãs, tudo relacionado ao mundo de Ace of Shades é interessante e a forma como as personagens se desenvolvem e desenvolvem um relacionamento também é sensacional. Levi me conquistou desde o primeiro segundo, como ele faz com todos ao redor, homens e mulheres. Com certeza eu fui mais uma das mil conquistas dele. A Enne com sua coragem e preocupação com a mãe também é uma personagem maravilhosa e desvendar tudo com ela é de tirar o fôlego, assim como também assistir a perda da inocência dela a cada atitude, a cada escolha. E deixa eu falar, ela faz isso com maestria e de uma personagens até irritante no começo do livro, tornou-se maravilhosa no final.

As personagens secundárias, duas em especial que vou evitar detalhes para evitar spoilers — já que elas vão sendo introduzidas aos poucos, assim como a importância delas também vai diminuindo conforme o clímax do livro se aproxima —, são simplesmente maravilhosas. Você sente por elas, sente por outras que são apresentadas. Não apenas coisas positivas, há também aquelas que causam raiva, nojo…

O romance é presente também, super gostoso de acompanhar e cada passo em relação a ele me fazia vibrar de alegria, haha. Mal espero para ver o que vai acontecer no próximo livro, porque neste primeiro foi cruel — cruel, porém delicioso de acompanhar, se é que faz algum sentindo.

Tudo em Ace of Shades é sedutor, desde o universo no qual o livro é inserido, como também suas personagens. Tudo nele é extremamente envolvente e atrai o leitor de cabeça para a história. Foi uma das melhores leituras desse ano com certeza! Estou apaixonada pela Enne e pelo Levi! ❤Se você gosta de livros estilo Os Videntes ou Caraval, leia Ace of Shades porque é uma leitura maravilhosa, de verdade! Apaixonada por tudo em relação a esse livro maravilhoso que conquistou um lugarzinho especial na lista de favoritos! ❤

Um comentário em “Resenha: Ace of Shades, Amanda Foody

  1. Oiii Flavia e Renata, tudo bom?

    Amei ler essa resenha. Caraval é muito amor! Os Videntes eu ia ler, mas meu inglês está enferrujado demais e me recuso em ler o primeiro em português e depois amargar a decepção de saber que a série não está e nem será por enquanto publicada inteira por aqui… Ace of Shades vai pra listinha, cruzemos os dedinhos pra que ele seja traduzido por alguma editora né?

    Beijos

    http://www.derepentenoultimolivro.com

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s