Kathryn Ormsbee · Nível de inglês Básico · Resenha

Resenha: Tash Hearts Tolstoy, Kathryn Ormsbee

Natasha Zelenka é apaixonada por filmes antigos, livros clássicos e pelo escritor russo Liev Tolstói. Tanto que Famílias Infelizes, a websérie que a garota produz no YouTube com Jack, sua melhor amiga, é uma adaptação moderna de Anna Karenina. Quando o canal viraliza da noite para o dia, a súbita fama rende milhares de seguidores e, para surpresa de todos, uma indicação à Tuba Dourada, o Oscar das webséries. Esse evento é a grande chance de Tash conhecer pessoalmente Thom, um youtuber de quem sempre foi a fim.

Skoob | Goodreads

Tash Hearts Tolstoy foi uma leitura com altos e baixos para mim. Por um lado, simplesmente adorei muitas coisas relacionadas ao livro, especialmente a Tash. A personagem me cativou logo no início, eu adorei o background dela e quase tudo relacionado à ela, com excessão talvez à fixação pelo Tolstói que em alguns momentos cansava um pouco, mas dava pra ignorar e continuar adorando a personagem e tudo que ela aprendeu com o passar da história — especialmente quando ela percebe que agiu de forma um tanto egoísta.

Mas eu tive problema com as personagens secundárias, especialmente a Jack. A personalidade dela era pra ser forte e por conta de uma barra que passou mais nova, também seria um tanto “fria” como mecanismo de defesa. No entanto, ela apenas me irritou, cheguei a questionar diversas vezes se seria uma amizade abusiva que iria ser retratada no livro até perceber que ela era mesmo… chata. Sério, foi muito difícil simpatizar pela Jack — o Paul no entanto é super gracinha e foi minha personagem favorita do livro, haha.

O relacionamento da Tash com o Thom também é muito interessante, especialmente conforme as coisas vão evoluindo e quando eles se encontram. Abordar crush virtual é algo que sempre adorei nos livros YA e a maneira como a autora caminhou com os dois também foi muito, muito legal!

A premissa e grande parte de Tash Hearts Tolstoy me encantaram completamente! Mas senti que a história parecia perder um pouco o ritmo e caminhar de forma um pouco lenta — e até um pouco entediante — pro meu gosto, infelizmente. Lá pela metade, eu confesso que não via a hora de terminar o livro porque estava cansando, como se ele estivesse dando voltas no mesmo lugar. Mas o final, o ritmo parece ter engrenado de novo e mais uma vez me vi gostando dele.

Tash Hearts Tolstoy é um livro interessante, divertido e cativante. A Tash é uma personagem diferente da que estou acostumada na literatura YA, e acompanhar a jornada e descobertas dela também foi muito satisfatório. No entanto, durante o caminho aconteceram uns tropeços que deixaram a leitura um pouco cansativa e arrastada para o meu gosto, o que foi uma pena porque realmente fiquei empolgada com o enredo em um geral e especialmente, com a Tash como narradora/personagem principal.Se você gosta de livros contemporâneos de auto-descobertas, personagens interessantes e bem atual, dê uma chance para Tash Hearts Tolstoy. O livro pode ficar um pouco arrastado, mas ainda assim vale a pena! E caso não leia em inglês e se interessou, o livro foi traduzido como Tash & Tostói.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s