Dica de livro

What had human beings become? Did war make us evil or just activate an evil already lurking within us

Prússia Ocidental, 1945: a Segunda Guerra Mundial está chegando ao fim conforme as forças russas ultrapassam os alemães e milhares de refugiados estão em uma caminhada frenética para a liberdade, quase todos têm algo a esconder. Entre as pessoas buscando segurança estão Joana, Emilia e Florian, cada um deles nascido em um país diferente, mas igualmente desesperados para escapar de uma vida marcada pela brutalidade e guerra. Quando o caminho deles se une no caminho para o Wilhelm Gustloff — um antigo navio de cruzeiro que promete a salvação e um futuro logo além do mar Báltico —, as circunstâncias os forçam a se unir e a cada passo na direção da segurança, suas força, coragem e confiança entre si serão testados.
Quando a liberdade parecia ao alcance dos dedos, o navio é atacado por torpedos russos. Nenhum país, cultura ou status importam mais quando as 10 mil pessoas a bordo precisam lutar pela mesma coisa: sobrevivência. Muitas delas não vão conseguir.
Narrado alternância entre quatro pov, Ruta Sepetys entrega um romance magistral inspirado na tragédia real envolvendo o naufrágio do Wilhelm Gustloff, o maior desastre náutico da história (com mais mortes que o Titanic).

Eu não sei vocês, mas adoro romance histórico que envolvam acontecimentos reais como background para a história. Se for na Segunda Guerra então, melhor ainda! Então, se vocês são como eu, não deixem de ler os livros da Ruta Sepetys, especialmente o Salt to the Sea que é simplesmente maravilhoso.

A autora consegue descrever a atmosfera do que aconteceu com maestria, especialmente porque o trabalho de pesquisa dela é muito bom, então entrega um livro de ficção que poderia ser realmente real. Eu fiquei nervosa do começo ao fim porque me apeguei a (quase) todos as personagens narradoras e sabia que havia chance de algumas não sobreviverem. Uma delas, quem eu não me apeguei, na realidade detestei, foi uma das minhas favoritas em termos de construção.

Sério, esse livro é maravilhoso e além de trazer uma história fictícia maravilhosa, ainda tem o detalhe falando sobre um lado da guerra que não costumamos ter muito contato. Eu por exemplo não tinha a menor ideia sobre o naufrágio do Wilhelm Gustloff e durante a leitura fui atrás para saber mais e fiquei bem interessada em tudo que descobri! Então, se vocês curtem história e/ou romances históricos, por favor não deixem de ler Salt to the Sea, ele é maravilhoso — confesso que estou até com vontade de reler depois de escrever este post, haha!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s