Jennifer L. Armentrout · Nível de inglês Básico · Resenha

Resenha: If There’s No Tomorrow, Jennifer L. Armentrout

Lena Wise está sempre esperando pelo amanhã, especialmente no começo do último ano na escola. Ela está pronta para passar o máximo de tempo possível com os amigos, terminar de se inscrever em faculdades e talvez quem sabe também conte para o melhor-amigo de infância, Sebastian, os verdadeiros sentimentos. Para Lena, o ano letivo será épico: repleto de oportunidades e chances.
Até que uma escolha, um momento, destroem tudo.
Agora, Lena não está mais animada pelo amanhã. Não quando os momentos com os amigos talvez nunca mais sejam os mesmos. Não quando as inscrições para a faculdade parecem impossíveis. Não quando Sebastian talvez nunca a perdoe pelo que aconteceu.
Pelo que ela deixou acontecer.
Com a culpa aumentando a cada dia, Lena sabe que sua única esperança é continuar em frente. Mas como ela pode fazê-lo quando a existência dos amigos foi redefinida? Como ela pode continuar quando o amanhã não é garantido?

Skoob | Goodreads

A escrita da Jennifer L. Armentrout é fácil de conquistar e prender quem lê do começo ao fim. Em If There’s No Tomorrow não foi diferente e seguindo a linha do The Problem With Forever, a leitura não só prende, como também equilibra o drama e o romance de forma perfeita. Inclusive, ouso dizer que com estes dois últimos livros a autora tem potencial para igualar a outras populares no gênero, como Colleen Hoover (eu particularmente prefiro a Jen, haha).

Um dos pontos mais interessantes de If There’s No Tomorrow, é o fato de ser focado em uma situação extremamente realista e comum. É muito fácil se colocar no lugar da Lena a ponto de ser assustador. Garanto que muitos de nós poderíamos ser ela e passar pelas mesmas coisas que ela. Incomoda, cutuca e faz a gente pensar. A forma como a Lena, personagem principal/narradora, evolui e como lida com tudo que acontece é muito satisfatória. Ela tem um arco muito interessante e mais uma vez, realista. Ela precisa lidar com muitas questões durante toda a história e a forma como isto acontece é sensível, verdadeiro e tocante de acompanhar. A gente sofre junto com ela e quer também que ela melhore e seja feliz (o que não é muito difícil de acontecer nos outros livros da autora também, já que a Jen tem o dom para escrever personagens femininas tão maravilhosas). Não vou entrar muito em detalhes porque além da própria sinopse do livro não entregar o que acontece, também há um certo suspense em torno do fato — ele demora para ser revelado, mais de cem páginas —, por isso, para uma experiência melhor, não vou comentar sobre, apenas que conforme a leitura avança as peças vão se encaixando e dá para notar mais ou menos o caminho que o livro vai tomar.

Há bastante romance em If There’s No Tomorrow, daqueles que quem é fã da Jen já conhece e com certeza gosta tanto. O Sebastian, apesar de mais fofo ainda tem aquela arrogância simpática (oi?) que os personagens masculinos dela têm e que os deixa não apenas divertidos, como totalmente boyfriend material, haha. Ele e a Lena formam um casal super fofo e a gente torce por eles do começo ao fim. No entanto, ela não erra a mão com o romance e o contexto de toda a história e o relacionamento deles evolui de forma satisfatória e que não banaliza em nenhum momento o que acontece. Tudo é muito bem equilibrado.

A Jennifer L. Armentrout é o tipo de autora que dá para acompanhar uma evolução conforme novos livros saem. Ela conseguiu encontrar o tom certo para a fantasia e romance contemporâneo NA e agora também o fez para o YA contemporâneo. Mas posso arriscar dizer que é neste último que ela tem se saído ainda melhor equilibrando romance, passagem fofas com o drama e focando em personagens e acontecimentos extremamente realistas.

If There’s No Tomorrow é um livro com um assunto pesado, importante de ser discutido e que foi muito bem trabalhado na hora de dar uma leveza — no caso, com o romance —, mas sem banalizar em nenhum segundo. Eu realmente consegui me enxergar no lugar da Lena diversas vezes e como lidaria se algo parecido acontecesse comigo. Porque na realidade é um fato muito fácil de acontecer com muita gente.

Se na resenha de The Problem With Forever eu disse que era o melhor livro da Jennifer L. Armentrout em termos de escrita, eu repito minha fala aqui. Mal posso esperar pelos próximos contemporâneos YA dela!

Se você é fã da Jennifer L. Armentrout, não pode perder If There’s No Tomorrow! Caso goste de autoras que seguem o tipo de padrão da Colleen Hoover para compor seus livros, com certeza vai gostar dele também! Leiam, leiam, leiam (e depois venham me contar a opinião de vocês, hehe)! ❤

Um comentário em “Resenha: If There’s No Tomorrow, Jennifer L. Armentrout

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s