Francesca Zappia · Nível de inglês Básico · Nível de inglês Intermediário · Resenha

Resenha: Eliza and Her Monsters

A história dela é um fenômeno. A vida, um desastre.

No mundo real, Eliza Mirk é tímida, estranha e não tem amigos. Online ela é LadyConstellation, a criadora anônima do webcomic extremamente popular, Monstruous Sea. Eliza não consegue imaginar como poderia aproveitar o mundo real tanto quanto o faz no virtual e na verdade, nem tem vontade de tentar.
Então, Wallace Warland, o maior escritor de fanfic de Monstruous Sea é transferido para a escola dela. Wallace acredita que Eliza é apenas outra fã, mas conforme eles se aproximam e ele consegue tirá-la de sua concha aos pouquinhos, ela passa a questionar se a vida offline talvez valha a pena.
Mas quando o segredo de Eliza é revelado sem querer, tudo que ela construiu — o quadrinho, o relacionamento com Wallace e até a sanidade dela — começam a desmoronar.

Skoob | Goodreads

Francesca Zappia foi uma autora que entrou na minha lista de favoritas com apenas dois livros lançados. Eliza and Her Monsters consegue ser ainda melhor do que Made You Up/Inventei Você? (dá para ler a resenha que escrevi, ainda no Psycho Reader clicando aqui)! ❤

Mas antes de contar o que achei realmente, preciso falar um pouco de alguns detalhes importantes que não foram citados nas sinopses do livro e que vou falar sobre na resenha (não se preocupem que não vou dar spoilers). 😉

Em primeiro lugar, já vi em sites que a Eliza é bipolar, ela não é, ou não tem o diagnóstico feito no livro (e pelo pouco que sei sobre o transtorno, ela tem alguns sintomas, mas alguns dos mais “fortes” não). Ela tem sim outro transtorno psicológico, mas a palavra bipolar não é citada. Também, a sinopse que encontramos por aí é super rasa para falar da Eliza: ela tem amigos sim, mas eles estão na esfera virtual e acho sacanagem não terem dito isso, já que é uma das questões citadas no livro, o fato dela não ter amigos “reais”. A Eliza também não é LadyConstellation o tempo todo (não vou entrar em detalhes porque não quero dar spoilers sem querer), na realidade, ela só tem o usuário para poder publicar capítulos novos de Monstruous Sea e interage pouco com os fãs assim, ela o faz mesmo com outro nome e ainda assim, o faz de forma muito discreta no fandom.

Dito o que eu precisava dizer, podemos continuar com a resenha, haha.

A Eliza é uma personagem com inúmeros problemas de relacionamento. O grande foco dela é terminar logo a escola e poder focar apenas na faculdade (apesar disso não ser uma prioridade para ela, afinal Monstruous Sea é um sucesso enorme) e sem ter a pressão dos pais nos ombros o tempo todo. Aliás, o relacionamento dela com os pais é extremamente conturbado. Ela é a mais velha de 3 irmãos e a única pessoa na família que não tem absolutamente nada em comum com eles. A personagem não se interessa pelo que eles fazem e se irrita toda vez que alguém tenta se aproximar dela.

Por um lado, é fácil ficar com raiva dos pais da Eliza. Ao mesmo tempo que eles tentam se aproximar da filha e são constantemente negados, também não se esforçam para se aproximar dela como uma pessoa individual. 

Como assim? Eles querem trazê-la para o “mundo deles”, mas ao mesmo tempo não fazem questão de tentar entendê-la de forma individual. Para eles, ela é desajustada, estão preocupados e querem o melhor para filha, mas lidam com o fato de forma com que simplesmente acreditam que ela deve fazer uma mudança. Digamos que eles tentam ajudá-la sem realmente enxergá-la, o que com certeza não adianta nada. O relacionamento entre eles é muito importante para o livro, assim como também para grandes acontecimentos. É um tema bem central.Por causa da atitude dos pais, Eliza só se afastou do mundo e é possível ver como a personagem sofre por conta disso. Ela encontrou uma maneira de ficar confortável — o universo online —, mas mesmo lá ela não sente à vontade completamente. Como Lady Midnight ela não é próxima a ninguém, apenas faz o necessário para socializar em relação ao Monstruous Sea e como o próprio usuário “secreto”, ela se mantém nas sombras do fandom. Dá para perceber desde o começo do livro, a personagem é completamente perdida e não tem muito apoio fisicamente ou quando o tem, prefere se isolar ainda mais.

A Eliza não é perfeita (ou no caso, não é apenas desajustada), ela acaba se fechando para muitas pessoas que tentam se aproximar e age de maneira egocêntrica diversas vezes a ponto de ter me feito pensar em alguns momentos “mas poxa, custava ela…?”. A verdade é que sim. Custava. O livro lida com questões psicológicas de forma crua e ao mesmo tempo sensível, mostrando o sofrimento interno que é ter um transtorno psicológico, mas sem vitimizar em nenhum momento.Há o lado triste, o lado de que precisamos de ajuda, porém também mostra como isso pode afetar os outros ao nosso redor, como é possível agir de forma cega e que machuque os outros. Acostumada a ser sempre vista como desajustada, ela abraçou a maneira como os outros a viam e se fechou para o mundo. Com isso, muitas atitudes quando alguém tenta se aproximar a transformaram em alguém egoísta. Ou seja, é um ciclo vicioso que é mostrado de forma direta e sensível e passamos a entender junto da própria Eliza. A construção (ou seria desconstrução?) que Zappia faz da personagem é o ponto alto do livro.

Wallace também é um personagem extremamente problemático. Ele não é apenas um fã de Monstruous Sea que Eliza conhece e se aproxima e a tira da concha. Ele também tem seus problemas e questões internas que o deixam tão desajustado quanto a Eliza. No entanto, muito disso é de certa forma um mistério durante a leitura e vou evitar falar sobre com muita profundidade. Mas preciso dizer que a construção dele e a forma como ele e Eliza se completam foram feitas de forma cuidadosa e que encaixou muito bem. Os dois personagens combinam e mesmo que exista ali um romance, ele acontece de forma tão delicada, o que fez com que eu me apaixonasse por eles como casal e como personagens individuais. E cada vez que a Eliza escondia dele quem realmente era, isso doía dentro de mim porque como a sinopse diz, tudo na vida dela desmorona.Aliás, o próprio desmoronar da Eliza me pegou um pouco de surpresa. Apesar de saber que iria acontecer em algum momento por causa da sinopse, eu não esperava que fosse do jeito que foi. Foi uma surpresa positiva e muito, muito importante para mostrar tudo que vinha acontecendo durante a leitura e o relacionamento da personagem com outras pessoas. Toda a questão envolvendo o assunto não estava ali só para ter uma tensão na leitura e Zappia construiu o fato de forma tão magnífica, que se cruzasse com tantos assuntos citados no decorrer da história que só posso dizer que foi incrível.

Há personagens secundários, entre eles os irmãos da Eliza que foram algum dos meus favoritos. Porque mesmo aparecendo pouco, mesmo sendo os irmãos mais novos dela, eles têm um papel importante e tem um arco próprio que me pegou de surpresa, quando vi estava super envolvida com os dois e nem tinha percebido. Outro ponto (muito) positivo da autora. Eu realmente amei o cuidado dela para criar todos os personagens e seus papéis na história da Eliza.

Além dos irmãos mais novos, temos os amigos da Eliza. Amigos online, que sabem que ela é a LadyConstellation e a ajudam a manter o site, os fóruns e tudo o mais relacionado a Monstruous Sea. Eles estão ali para contradizer os pais da personagem, que não conseguem lidar com o fato da filha ser “solitária” e para mostrar que não é preciso estar fisicamente por perto para ter uma relação de confiança e amizade. Muito menos que sexo e idade importam. Os dois mostram como amizades online podem ser importantes no mundo real.

Em suma, Francesca Zappia é uma autora extremamente cuidadosa com o que escreve. Não apenas o plot central é bem trabalhado, como também tudo que o cerca e isso se repete nos personagens, que mesmo secundários, têm um arco individual próprio que é desenvolvido e fechado também. O cuidado é tanto que não tem como não se apaixonar pela história e pelos personagens.

Eliza and Her Monsters é um livro maravilhoso. Ele mostra que pessoas com transtornos psicológicos não controlam o que são e muitas vezes sofrem muito com isso, mas também que elas podem machucar e agir de forma egoísta em relação a quem a cerca, mas sem culpá-la. Com a leitura, somos capazes de enxergar todos os lados e isso só deixa a leitura ainda melhor. Para completar, não tem como não se envolver com os personagens que são apresentados. Todos eles são interessantes, nenhum deles é raso e todos são trabalhados de forma individual, mesmo que o foco neles não seja gigante. Esse foi o meu ponto favorito do livro, inclusive.

Além de todo o plot central, focado em tudo que acontece com a Eliza, temos muito contato com a obra dela, Monstruous Sea. O livro está cheio de ilustrações maravilhosas do quadrinho, que não só dão um toque a mais para entendermos a personagem principal e nos traz ainda mais para dentro da história, como também deixa a leitura mais gostosa.

Eu amei a Eliza. Amei saber da história dela, amei acompanhar por tudo que ela passou. Eu sofri com ela, chorei com ela, fiquei feliz com ela. Realmente uma das narradoras que mais me identifiquei e gostei e ela sempre estará em um cantinho especial no meu coração, haha. Fora que eu realmente queria ler os quadrinhos de Monstruous Sea.

Aliás, falando nele. Francesca Zappia tem dois conteúdos extras sensacionais relacionados ao livro no Wattpad. O primeiro dele é o livro favorito da Eliza, The Children of Hypnos, que é citado diversas vezes no decorrer da história e muito importante para quem a personagem é. E claro, também temos Monstruous Sea em formato de livro que a autora está publicando um teaser. Para ler os dois conteúdos é só clicar aqui e aqui.

Eliza and Her Monsters é um livro maravilhoso e eu realmente recomendo para todo mundo. Mesmo se o seu forte for fantasia ou romance contemporâneo, por favor dê uma chance para esse livro, porque ele consegue englobar tudo em um só, apesar de ser contemporâneo: tem fantasia com o pouco que conhecemos de Monstruous Sea e tem a história da Eliza. Leiam, leiam, leiam! ❤

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s