Karen M. McManus · Nível de inglês Básico · Nível de inglês Intermediário · Resenha

Resenha: One of Us is Lying, Karen M. McManus

Preste atenção e você pode solucionar esse mistério:
Na segunda-feira, cinco estudantes do Bayview High entram na detenção.
Bronwyn, o “cérebro” tem o futuro certo em Yale e nunca quebra as regras;
Addy, a princesa, é a imagem perfeita da princesa do baile;
Nate, o criminoso, está em condicional por vender drogas;
Cooper, o atleta, é a estrela do time de baseball;
Simon, o excluído, é o criador do escandaloso aplicativo de fofocas do colégio.
Apenas Simon não sai vivo daquela sala de aula. Antes mesmo da detenção terminar, ele já está morto e de acordo com os investigadores, a morte não foi um acidente.
Na segunda, Simon morreu e na terça, ele planejava publicar detalhes picantes dos colegas que são destaque na escola e que os transforma em suspeitos. Ou seriam eles bode-expiatórios perfeitos para um assassino que está à solta?
Todo mundo tem segredos, certo? O que realmente importa é quão longe você iria para protegê-los.

Skoob | Goodreads

Antes de começar a resenha, eu preciso dizer o seguinte: One of Us is Lying é um contemporâneo que tem um assassinato no plot. Ele foi descrito como uma mistura de The Breakfast Club com Pretty Little Liars e é exatamente isso. Ou seja, como PLL, a parte que tem a ver com o enredo de suspense sai dos padrões de realidade. Por isso, se você é apaixonadx por thrillers e espera um livro do gênero pode ser que se decepcione com o livro.

Mas, se você gosta de contemporâneo com uma pegada um pouquinho diferente, as chances de gostar muito (como eu gostei) são muito grandes. Porque além de todo o mistério em torno da morte do Simon, temos 4 personagens extremamente interessantes e cativantes. Uns mais, outros menos, mas ainda assim todos eles foram cuidadosamente construídos e trabalhados durante o decorrer da história.

A narrativa é dividida no POV de cada um deles e ainda ocorre em primeira pessoa, o que foi uma pequena falha da autora em relação ao fato deles serem suspeitos na morte de Simon, pois como estamos na cabeça deles, alguns não tiveram exatamente um bom motivo para desconfiarmos que eles fossem o assassino ou o oposto, já que entrar em detalhes quanto a esse fato seria um baita de um spoiler. Mas posso garantir que tive minhas desconfianças entre os 4, assim como fiquei surpresa com algumas coisinhas relacionadas à morte do Simon.

O livro tem romance, temos casais em construção e outros que já estavam formados antes que entrássemos na história. Toda a questão de romance e desenvolvimento de casais foi super bem elaborada, assim como também caminham de forma que não seja o ponto 100% da história. Ele é bem trabalhado e se encaixa direitinho no livro.

Aliás, One of Us is Lying é um livro que tudo se encaixa de forma perfeita. Desde os seus narradores, passando pelo próprio Simon e personagens coadjuvantes. A narrativa também prende muito e fica complicado de largar até descobrir o que realmente aconteceu por trás do mistério ao mesmo tempo que toda a história paralela da vida dos personagens prende tanto quanto o mistério. Porque os 4 sobreviventes são interessantes e os 4 têm um arco que faz a gente querer saber mais sobre os segredos deles, assim como também sobre o que vai acontecer no futuro deles.

Meu único lado negativo é a obviedade de alguns detalhes da morte do Simon. As dicas estão escancaradas logo nas primeiras páginas do livro. Mas há uma reviravolta que pode pegar de surpresa — pelo menos eu fui pega e adorei isso! — e acima de tudo, toda a maneira que as peças vão se encaixando ocorre de maneira satisfatória. Posso afirmar com certeza que o mistério junto com os problemas pessoais de cada um dos personagens só deu mais charme à história deles. Se o Simon não tivesse morrido e o livro contasse apenas os dramas da Bronwyn, da Addy, do Nate e do Cooper, talvez a história não fosse tão interessante assim (porque sim, independente do mistério, o One of Us is Lying tem conteúdo para ser apenas um contemporâneo).

O One of Us is Lying pode decepcionar quem está em busca de um thriller pelo fato de que não tem uma base muito realista. Mas sinceramente? O livro é uma ficção e não tem a obrigação de ser igual à realidade e toda essa questão dele ser um pouco “fantasioso” combina com o livro e acima de tudo, deu um gostinho a mais para a leitura e me fez lembrar muito dos filmes e séries teens que foram feitos entre o fim da década de 80 e começo dos anos 2000.

A resolução de One of Us is Lying é um tanto é fake? Sim. Mas também mostra que um contemporâneo e/ou um thriller não precisa ser completamente ao mundo real. E foi exatamente por isso que amei tanto esse livro!

E como eu adoro os filmes do John Hughes, eu posso afirmar que conseguiria enxergar esse livro como um dos filmes dele com certeza. Aliás, está aí algo que eu iria ter adorado, haha. Tenho uma síndrome de Olive de Easy A, confesso.

Se você gosta de PLL e/ou filmes teens dos anos 80 (especialmente os do John Hughes), as chances de se apaixonar por One of Us is Lying são enormes! Agora, se você pegar o livro desejando um thriller realista, simplesmente não pegue o livro para ler porque vai se decepcionar. Ou então, mantenha a mente aberta em relação à falta de realismo porque ele pode surpreender de forma positiva!

E se tiver interesse em ler, a Saraiva está vendendo a versão em paperback (capa mole) de One of Us is Lying (ele ainda não foi traduzido, mas meu sexto sentido diz que não vai demorar muito para acontecer, haha). 😉

2 comentários em “Resenha: One of Us is Lying, Karen M. McManus

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s