E.J Mellow · Nível de inglês Básico · Resenha

Resenha: The Animal Under the Fur, E.J Mellow

Encontrada sozinha nas ruas quando era um bebê, a órfã Nashville Brown (e Kill Operative 3) sabe que não deve depender de ninguém. Com sentido aguçados e força sobre-humana, ela foi criada como uma assassina perfeita. O truque para o sucesso? Ela mantém todos, inclusive a melhor amiga sempre por perto.
Depois de perder toda a família no intervalo de um ano, Carter enterrou a capacidade de amar. Sua única preocupação é completar as missões e levar mulheres para a cama. A chave para o sucesso dele? Trabalhar sozinho e um sorriso Casanova.
Quando uma arma mortal corre o risco de parar nas mãos erradas, os dois lobos solitários encontram-se jogados em uma parceria explosiva. Será possível que Carter e 3 conseguirão abaixar as armas tempo o suficiente para terem êxito? Ou a relutância em compromisso vai acabar destruindo seus históricos perfeitos?
Independente das diferenças, ambos concordam em uma coisa: no jogo de mentiras e enganação, a linha entre amigos e inimigos é sempre manchada de sangue.

Skoob | Goodreads

The Animal Under the Fur (TAUTF) foi um livro que causou sentimentos controversos em mim. Por um lado, a permissão do livro é muito interessante e o plot de agentes secretos/assassinos encontra super-humanos foram dois fatores que me deixaram louca para ler. Por outro, a autora acabou escorregando feio em diversos aspectos e eu fiquei bem decepcionada por deixar muito a desejar.

Meu maior problema foi a divisão de POV, como costuma acontecer geralmente no gênero NA, entre o Carter e a Nashville. O Carter, além de ser o bom e velho boy lixo que tem um passado triste e medo de relacionamentos, não é nenhum pouco explorado. Ele é superficial demais, não foi explorado e praticamente só serve para dizer como a Nash o intriga e que ele a deseja. Simplesmente não consegui gostar dele o suficiente por causa desses fatores e o triste é que eu sei que teria um sentimento mais positivo se apenas a Nashville narrasse.

Enquanto o Carter é um personagem superficial, a narrativa da Nash/Kill Operative 3 foi o ponto alto do livro. Não por ela ser muito mais interessante do que o companheiro, mas porque o pov é dividido em dois: quando ela é a Nashville/civil e quando ela é Kill Operative 3 e as duas “personas” da personagem possuem diferenças sutis, que ao mesmo tempo são gritantes. É fácil ver quem é quem e como ela precisa colocar uma máscara para conseguir fazer o trabalho ou voltar para a vida civil. Eu tenho certeza que o livro seria muito, muito melhor se Mellow focasse nesse fator ao invés de colocar o Carter narrando, haha. Sim, eu peguei birra dele.

Apesar de alguns personagens secundários, como a melhor-amiga da Nashville, Ceci (que é responsável por mostrar de forma mais claro o lado “humano” da narradora), ou os assistentes dos dois assassinos principais, Aconi e Jules, eles são sempre ofuscados pelos narradores e intensidade dessa “ofuscação” vai aumentando conforme a história avança, o que é uma pena, porque eles servem como um alívio, não só cômico, como também do drama dos personagens principais.

Quanto ao plot, ele começou interessante, mas chegou num ponto que ficou chato, um pouco arrastado. Que a autora tenta segurar a tensão sexual dos personagens, mas acaba cansando um pouco e também, durante todo o processo que eles tentam descobrir o que está acontecendo, ela não soube equilibrar a ponto que tudo ficasse realmente interessante e cativasse minha atenção para no final tudo acontecer e ser revelado de uma vez, o que me deixou, de certa forma, cansada e impaciente e me fizesse correr um pouco com a leitura.

TAUTF é um livro com altos e baixos. Ele tem uma premissa interessante, mas Mellow não conseguiu mantê-lo assim o tempo todo. O livro oscilou entre o interessante e o chato a partir da segunda metade (justo quando as apresentações foram feitas) e cenas idiotas para levarem a resultados (ou problemas) também enfraqueceram bastante. No entanto, é uma leitura que diverte (na maior parte do tempo) e distrai. Está longe de ser algo realmente bem escrito e bem bolado, mas cumpre um papel de divertir.

Se você gosta de NA e quer uma pegada diferente, um pouco mais “fantasiosa”, com certeza vai curtir The Animal Under the Fur e o livro é uma ótima pedida!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s