Nível de inglês Básico · Resenha · Sem categoria

Resenha: Violent Ends, vários autores

unnamed

SINOPSEKirby Matheson levou apenas dois minutos para sair do carro, andar pelos terrenos da escola, entrar no ginásio e abrir fogo, matando seis pessoas e ferindo outras cinco.
Mas essa não é uma história sobre o tiroteio em si, nem para recontar aquele dia inesquecível. É uma história sobre Kirby e como um garoto — que tinha amigos, gostava de ler, tocava saxofone na banda do colégio e nunca tinha se medido em problemas antes — tornou-se um mostro capaz de entrar na escola com uma arma carregada e atirar contra seus colegas.
Cada capítulo é narrado pelo ponto te vista de uma vítima diferente, dando uma percepção de quem Kirby era e quem tornou-se. Alguns são doces, outros sombrios; também há aqueles que não são relacionados com o que aconteceu, falam sobre brigas, primeiros beijos e festas tarde da noite.
Esse é um livro de perspectivas — com um personagem e um evento unindo todas elas — escrito por alguns dos nomes mais reconhecidos da literatura YA.

Skoob | Goodreads

OQUEEUACHEI23341259

Violent Ends é uma leitura que poderia ser considerada pesada por vários aspectos, pois lida com um assunto extremamente sério e triste que não está muito longe da realidade, já que pelo menos uma vez por ano a mídia é tomada por notícias sobre um adolescente que resolveu abrir fogo na escola, matando colegas e professores, ferindo outros tantos e mudando a vida de diversas pessoas para sempre.

O livro é formado por contos, cada um deles escrito por um dos autores e narra diversas coisas diferentes que só poderiam acontecer nesse formato. Ele começa por um evento que Kirby viveu quando era pequeno, passando por um colega dele (o qual estuda em uma escola próxima) que conviveu com ele durante alguns anos em um acampamento, por antigos colegas de escola que sobreviveram ao massacre, familiares e até pela arma usada no dia — particularmente esse foi um dos meus contos favoritos.

São acontecimentos antes, durante e depois (pouco ou um tempo mais longo) dele abrir fogo na escola que ajudam a construir não só o personagem, como também os motivos que o levaram para fazer o que fez. No entanto, nenhum conto é narrado pelo pov do Kirby, deixando-o ainda de certa forma um mistério porque nunca sabemos exatamente o que ele pensava e suas razões, apenas o que conseguimos reunir nas informações de cada pov.

Os contos são super rápidos de ler e prendem bastante, alguns são melhores e outros um pouco mais chatos, mas todos são super importantes porque mesmo completamente independentes — em especial porque os personagens que vemos o pov em cada um, não convivem ou conhecem uns aos outros de forma profunda, não são amigos — ao mesmo tempo se completam de forma que dá para ver que esse foi um aspecto super pensado e bem trabalhado na composição do livro, o que fez com que eu me apaixonasse ainda mais por ele.

NOTACOISALINDA

CONSIDERACOESFINAISEm Violent Ends você conhece a história de diversas pessoas, mas todas elas têm algo em comum: o Kirby entrou em suas vidas de uma forma ou outra. Alguns conheciam o Kirby de longe, outros apenas zombavam dele, outros foram próximos no passado e até no momento em que ele entrou na escola. Tudo isso junto consegue recriar o dia que o tiroteio aconteceu e também formar a personalidade e apresentar o atirador de forma um pouco mais aprofundada para o leitor.

É uma leitura tão única, com cada uma das histórias sendo individuais, mas que ao mesmo tempo se conectam e entrelaçam completamente. Foi um dos melhores livros que li esse ano.

RECOMENDOSe você gostou do livro Hate List (A Lista Negra) da Jennifer Brown, com certeza vai se apaixonar por Violent Ends, que consegue ser ainda melhor. A escrita dele é sensacional, em especial toda a junção dos contos.

ASSINATURAFLAVIA

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s